quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Será?

"A partir dos trinta anos, desabituamo-nos de olhar para as pessoas que se cruzam conosco. Como se disséssemos: inscrições fechadas. Na infância, bastava um miúdo gostar do mesmo bolo que nós para lhe perguntarmos: 'Queres ser o meu melhor amigo?'. Depois deixa de haver o melhor - entramos na idade das equivalências." (Inês Pedrosa)

quarta-feira, 3 de setembro de 2008