quinta-feira, 11 de outubro de 2007

Alice

Bigode de gato Bigode de fato
Pelo sim, pelo não, sente e pulsa
Se eriça, vira lata
Em copo de leite mergulha
Se bonito e grande, treme-treme e não se lambuza
Arleine dos Santos*
*Poeta escondida na cidade de Santos
A ilustração é da Blanca Gómez (www.cosasminimas.com)

2 comentários:

jmarcos disse...

MIAU que não faz mal!
MIAU sem igual...
MIAU sempre na dele, independente;
E a gente sempre carente!
João

Livia e Rô disse...

Fabi, o teu blog é muito lindinho!!!

Adorei os papéis de parede!

Bj.